Quarta-Feira, 02 de Agosto de 2017 às 11:19 - Atualizado em Quarta-Feira, 02 de Agosto de 2017 às 11:22

Suspeito de matar homem e jogar corpo em rio é preso

 
Nesta terça-feira (1º), Edivaldo Dias de Oliveira, vulgo “Pernambuco”, 48 de anos, foi preso por suspeita de ter matado José Alfredo dos Santos em maio de 2007. Ele estava foragido há dez anos. O crime aconteceu em uma fazenda na zona rural de Bom Jesus do Tocantins, a 201 km de Palmas, onde os dois moravam. O motivo seria um desentendimento por uma dívida.
 
Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele foi preso em Palmas mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Pedro Afonso. 
 
Prisão
 
A Polícia Civil (PC) localizou Oliveira em uma chácara, na zona rural da Capital após informações que um foragido morava nas redondezas. Ele foi ouvido e levado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP).
 
Crime
 
Em 5 de maio de 2007, o suspeito na companhia da vítima e mais dois amigos saíram para pescar no rio soninho, próximo a fazenda onde eles moravam. A SSP informou que após algumas horas de pescaria todos voltaram para suas casas. No final da tarde, a vítima chamou Oliveira novamente, mas ele recusou o convite. Mais tarde, o acusado disse a sua esposa que iria cuidar do gado. Como sabia que a vítima iria pescar ele foram juntos pelo caminho.
 
Quando chegaram às margens do rio, os dois homens se desentenderam por causa de uma suposta dívida. O suspeito armado com um facão desferiu dois golpes no rosto e no ombro da vítima. Oliveira amarrou uma grande pedra enrolou um pedaço de arame farpado no pescoço da vítima. Posteriormente ele atirou o corpo da vítima no rio. O corpo foi encontrado quatro dias depois, e o suspeito fugiu da fazenda. 

Tag's: Notícia, Tocantins, Suspeito, Morte, Homem, Prisão.

Fonte: Jornal do Tocantins

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADESS