Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018 às 17:17

Ordem para execução de mulheres pode ter saído da PAMC

A polícia apresentou na tarde desta quarta-feira,15, sete pessoas suspeitas dos homicídios de duas mulheres encontradas mortas em Boa Vista.


Os corpos foram localizados enterrados em uma cova de pouca profundidade em um terreno baldio, na rua Berlamino Fernando Magalhães, no bairro Tancredo Neves, zona Oeste no dia 04 deste mês.


As vítimas foram identificadas como Janaína Cavalcante da Silva, de 20 anos e Raniele Barros de Almeida. Elas estavam desaparecidas há pelo menos 15 dias. Segundo a polícia o crime foi motivado por rivalidade entre facções criminosas.


Os suspeitos de serem os mandantes das execuções ainda não foram presos. A polícia trabalha com a hipótese de que os cabeças das facções criminosas que estariam coordenando o tribunal do crime, seriam detentos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC). Policia ainda está investigando essa suspeita.


Segundo a delegada-geral Giuliana Castro, elas teriam sido mortas na madrugada do dia 24 de julho. “Elas eram amigas e saíram com os executores de livre e espontânea vontade. O desentendimento ocorreu porque elas teriam tirado ‘chacota’ da facção a qual os acusados fazem parte”, afirmou.


Eles foram presos por envolvimento com organizações criminosas, duplo homicídio qualificado, ocultação de cadáver, tortura e sequestro.


Os mandados de prisões preventivas foram executados em diferentes pontos da cidade. Após os procedimentos administrativos eles serão encaminhados a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc). 

Tag's: ordem, execução, mulheres, PAMC

Fonte: Folha BV

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADESS