Sábado, 18 de Agosto de 2018 às 11:41

Operação Curare IX reforça ações do Exército na fronteira de Roraima

 As ações em pleno andamento foram iniciadas na segunda-feira (13), sob a coordenação da 1ª Bda Inf Sl (1ª Brigada de Infantaria de Selva), e acontece em todo o estado de Roraima, com efetivo de aproximadamente 1.000 militares do Exército. A operação conta com a participação de órgãos federais e estaduais e tem a finalidade de intensificar o combate aos delitos transfronteiriços e ambientais, além de realizar atendimento de saúde aos habitantes locais.

 

As tropas da 1ª Bda Inf Sl estão realizando ações terrestres, aéreas e fluviais, em coordenação com órgãos de segurança pública e agências. As equipes estão distribuídas nas rodovias e vicinais do estado de Roraima realizando com bloqueios e controle de estradas em busca de ilícitos transfronteiriços e com foco em armas e drogas.

 

Na Terra Indígena Yanomami, nos seus principais rios, as tropas estão atuando no combate ao garimpo ilegal e estão reprimindo a extração ilegal de madeira na porção “S” do estado de Roraima e reforçam as ações da Operação Controle, intensificando a presença de tropas nas regiões de Bonfim e Pacaraima.

 

De acordo com o comando da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, além das ações repressivas a Operação Curare IX também está realizando ações cívico-sociais nas Comunidades Indígenas localizadas na faixa de fronteira roraimense.

 

As atividades da operação cumprem o dever legal previsto na Constituição Federal e são amparadas por Leis Complementares e tem o apoio da Força Aérea Brasileira (ALA-7), Ibama, Funai), Polícias Federal, Rodoviária, Militar e Civil de Roraima, Receita Federal, Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Anvisa, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, SESI e SESC.

Tag's: Operação, Fronteira, Roraima

Fonte: Jornal Roraima Hoje

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADESS