Sexta-Feira, 04 de Agosto de 2017 às 08:10 - Atualizado em Sexta-Feira, 04 de Agosto de 2017 às 16:45

Vigilante é assassinado enquanto voltava do trabalho

Na noite desta quinta-feira (03), Evandro do Carmo Fernandes da Cruz, 44 anos, foi morto no bairro da Cremação, em Belém. A vítima trabalhava como vigilante, e a suspeita é de que ele tenha sido morto por causa de sua arma, que não estava junto ao corpo quando a polícia chegou e deve ter sido roubada pelos assassinos.
 
O homem trabalhava fazendo a segurança particular de um pequeno comércio na Feira do Guamá. Por volta das 20h30 de hoje, ele foi morto a tiros na passagem Santa Lúcia, próximo ao canal da travessa Três de Maio, enquanto voltava para casa após mais um dia de trabalho.
 
As testemunhas deram duas versões para o crime: na primeira, ele teria sido morto por dois homens de motocicleta, enquanto a segunda versão diz que os assassinos chegaram de carro. A Polícia Militar ainda não tem muitas informações sobre as circunstâncias do crime, mas não descarta a possibilidade de latrocínio. Outra suspeita é que ele tenha sido confundido com um policial ou miliciano, o que está sendo investigado.
 
A Polícia agora tenta confirmar se o homem trabalhava armado, pois o corpo da vítima não tinha qualquer tipo de arma de fogo. A Polícia Militar fez buscas pela região, mas não localizou nenhum suspeito até a publicação desta matéria. Este é o quinto segurança particular que é morto na Região Metropolitana de Belém em apenas duas semanas. No último dia 28, pai e filho foram assassinados de forma semelhante, em Ananindeua.

Tag's: Notícia, Pará, Vigilante, Assassinato, Trabalho.

Fonte: Portal ORM

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADESS