Sexta-Feira, 14 de Julho de 2017 às 11:03

Deputado paraense vira piada nas redes sociais

Cassado no ano passado pelo Tribunal Regional do Estado do Pará (TRE-PA), um dos mais faltosos no Congresso e conhecido pela pirotecnia durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, Wladmir Costa, o Wlad, virou piada nos últimos dias após declarações agressivas e confusas durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania nos últimos dias.

Com pobreza vocabular ímpar, Wlad dividiu os deputados de oposição em "Temeromofóbicos" e "Temerenrustidos", desferindo críticas pessoais a alguns deles, inclusive chamando o relator, Sergio Zveiter (PMDB-RJ), de "burro" e "desqualificado".

O ex-cantor de brega também atacou os artistas que lançaram nesta semana o site "#342", movimento para pressionar deputados a votarem pela admissibilidade da denúncia contra Temer. "Glória Pires, uma verdadeira puxa-saco do PT. Ela sustenta aquela marido dela que nunca fez sucesso na carreira dele", afirmou, referindo-se ao músico Orlando Morais.

Nas redes sociais, as reações não demoraram e alcançaram até Caetano Veloso, ícone musical atemporal da MPB no Brasil. Após um tweet que mostra uma montagem das afirmações de Wlad, sendo "respondidas" por Caetano Veloso em uma entrevista do final da década de 1970, em que questiona duramente as afirmações de seu interlocutor, chamando-o de "burro".

Wlad virou piada até no site BuzzFeed, um dos maiores de humor na internet, ao confundir o Youtube (seite de compartilhamento de vídeos) com o Uber (aplicativo de mobilidade urbana):

 O deputado Wladmir Costa arranca risos ao confundir YouTube com Uber. E seguem suas críticas a PGR e a defesa de Temer.

Tag's: Pará, Política, Justiça

Fonte: DOL

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADESS