Quarta-Feira, 18 de Outubro de 2017 às 23:57 - Atualizado em Quinta-Feira, 19 de Outubro de 2017 às 01:43

Professor é preso em flagrante por pedofilia

Em Davinópolis, a 656 km de São Luís (MA), um professor foi preso em flagrante, nessa terça-feira, por suspeita de pedofilia. A prisão foi realizada no próprio município após uma denúncia feita pelo pai da vítima, que viu uma troca de mensagens no celular da filha.

Na delegacia, José Erivan Moura Sousa, de 48 anos, confessou que manteve contato com a adolescente, de 14 anos e revelou ainda que chegou a colocar crédito no celular dela para manter contato. Ele foi preso em flagrante por dois crimes relacionados a pedofilia. Aliciamento e uso de imagens e vídeos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes. Em caso de condenação a pena para esses dois crimes pode chegar a nove anos de prisão.

- Chegamos até ele por meio do pai da vítima. O pai pediu o celular da adolescente para fazer uma ligação e assim que teve contato com o celular, viu uma mensagem no whatsapp, com o autor fazendo convite para que a filha fosse a um motel e em troca daria R$ 200,00. Após isso, ele (pai) teve acesso a todas as mensagens – disse o delegado regional, Eduardo Galvão.

De acordo com o delegado, o professor José Erivan Moura Sousa era professor da mesma escola estadual que vítima estuda e também participa da igreja que jovem frequentava.

Mas, por meio de nota enviada ao G1, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão disse que o professor não faz parte do quadro de professores da rede estadual.

"A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) esclarece que o senhor José Arivan Moura Sousa, preso em flagrante no município de Davinópolis por suspeita de pedofilia, não é professor da Rede Pública Estadual, conforme mencionado nesta reportagem. A escola pertencente à rede pública estadual no município é o Centro de Ensino Francisco Alves II e o referido senhor não é professor desta escola", diz a nota.

Tag's: Professor, pedofilia, crime

Fonte: G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES