Quinta-Feira, 18 de Outubro de 2018 às 17:25

Justiça condena pastor a 19 anos e três meses de reclusão

 Em sessão do Júri Popular realizada na última quarta-feira (17) no auditório da Subesecção da OAB, o pastor evangélico Roberval Serejo dos Santos, foi condenado a 19 anos e três meses de reclusão. O Conselho de Sentença acatou a tese do Ministério Público que sustentou crime de homicídio qualificado por motivo torpe contra o professor Raimundo da Conceição Silva.

 

De acordo com os autos do processo, Roberval Serejo matou o professor com uma facada dentro do carro da vítima, cujo corpo foi encontrado horas depois numa rua sem saída do bairro Cinco Esrelas e o acusado chegou a confessar a autoria na época. O crime foi em 31 de dezembro de 2016.

 

Nos autos constam, ainda, que Raimundo Conceição descobriu que sua esposa estava o traindo com o pastor Roberval e ameaçou levar o caso ao conhecimento do Conselho da Igreja, situação que prejudicaria o então pastor que partiu para a eliminar a ameaça.

 

Na época do crime a esposa de Raimundo chegou a ser presa, mas logo foi liberada por falta de provas.

 

O júri foi presidido pelo juiz Adolfo Pires da Fonseca Neto (8ª Vara Criminal) e o promotor de Justiça Carlos Róston atuou na acusação. O Conselho de Sentença foi composto por quatro mulheres e três homens. Roberval, que já estava preso, vai continuar preso. ( Foto: Antonio Pinheiro-Divulgação).

Tag's: JUSTIÇA, CONDENAÇÃO, PASTOR, MARANHÃO, RECLUSÃO

Fonte: Maranhão Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADESS