Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 às 09:44

Operação Anagrama; PF deflagra operação para combater crimes contra o INSS

A Polícia Federal (PF), por meio da Força Tarefa Previdenciária, deflagrou na manhã desta quarta-feira (22) a Operação ‘Anagrama’, que busca desarticular um esquema criminoso especializado em fraudes a benefícios assistenciais ao idoso (LOAS) nos estados do Amapá e Pará.

Policiais federais deram cumprimento a seis mandados de prisão preventiva, seis mandados de condução coercitiva e 10 mandados de busca e apreensão nos municípios de Belém e Ananindeua, no Pará. De acordo com as investigações, que tiveram início em setembro de 2015, o grupo utilizava documentos falsos e certidões de nascimento ‘tardias’ para conseguir obter o benefício junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Os fraudadores utilizavam, ainda, endereços de terceiros como forma de dificultar suas localizações. Com a deflagração da operação, foi evitado um prejuízo de cerca de R$ 5 milhões aos cofres públicos, referente ao cancelamento de 16 benefícios obtidos de forma fraudulenta. Os investigados irão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, organização criminosa e associação criminosa.

O nome da operação é uma alusão ao próprio conceito da palavra “anagrama”, uma espécie de jogo de palavras, em que as letras de uma palavra são reajustadas para formar outras. O modo de agir do grupo investigado, consiste em alterar alguns dados (nomes e datas), criando-se arranjos com as palavras (nomes e endereços) e números (datas de nascimento) entre outros mecanismos fraudulentos, de modo a permitir que sejam criadas e recriadas ‘novas pessoas fictícias’.

Força Tarefa Previdenciária – A Força Tarefa Previdenciária é integrada pela Secretaria de Previdência, Polícia Federal e o Ministério Público Federal e atua no combate de maneira integrada e eficaz nos crimes contra o sistema previdenciário. Na Secretaria de Previdência a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária – COINP é a área de inteligência responsável por identificar e analisar as distorções que envolvem indícios de fraude estruturados contra a Previdência.

Tag's: PF, Operação, INSS

Fonte: DIARIO DO ACO

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES