Segunda-Feira, 29 de Abril de 2019 às 16:40

Foragido da justiça é executado por grupo armado

 Um homem identificado como Gabriel Castro de Souza, de 22 anos, foi executado com quatro tiros na noite de domingo (28) em frente à Escola Estadual Maria Cavalcanti de Azevedo, bairro Brasil Novo, zona norte de Macapá. O crime ocorreu por volta de 19h.

 

 

 

 

Segundo o delegado Wellington Ferraz, da Delegacia Especializada em Crimes Contra Pessoa (Decipe) familiares contaram que Gabriel havia recebido uma ligação para encontrar um grupo de pessoas na rua Laranjeiras. Ele seguiu para o local onde havia pelo menos quatro homens aguardando por ele.

 

Houve uma rápida conversa e um dos suspeitos sacou a arma e apontou contra Gabriel. A vítima correu, dando início uma perseguição que se estendeu por cerca de dois quarteirões. Já na calçada da escola o algoz conseguiu alvejar o alvo pelas costas.

 

Após cair, Gabriel levou mais três tiros à queima roupa na cabeça. Ele morreu na hora. “A família informou que ele já vinha recebendo ameaças de morte e que havia chegado do município de Laranjal do Jari há uma semana. Apuramos que a vítima tinha várias passagens pela polícia, principalmente, por roubo (Art.157). O crime tem clara característica de acerto de contas. Vamos apurar os fatos para identificar os autores e saber a motivação”, disse o delegado.

 

Ainda de acordo com o delegado, é possível que o jovem assassinado estivesse com uma arma de fogo, mas não houve tempo para revidar. Há cerca de duas semanas outro homem foi morto praticamente no mesmo local.

 

O corpo foi removido para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para ser necropsiado. Até a manhã desta segunda-feira (29) nenhum dos criminosos havia sido localizado.

Tag's: foragido, justiça, grupo armado, morto

Fonte: Diário do Amapá

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADESS